Notícias
Ponte Preta vence, mas Genus garante jogo de volta
Copa do Brasil
06.05.2016 - 00:42 - Rondônia
Foto: Alexandre Almeida

O Genus bem que tentou, mas acabou sendo derrotado na noite desta quinta-feira pela Ponte Preta-SP por 1 a 0, no estádio Aluízio Ferreira, em Porto Velho, pelo jogo de ida da segunda fase da Copa do Brasil 2016.

O único gol da partida foi marcado aos 30 minutos por Felipe Azevedo, que aproveitou espaço no setor defensivo do Genus e bateu para o fundo das redes.

Com o resultado, o Genus garantiu o segundo jogo e precisa vencer por dois gols para avançar à terceira fase da competição. Já a Ponte Preta-SP joga por um simples empate.

As duas equipes voltam a campo na próxima quinta-feira (12) no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

O Jogo – Diante de um adversário da elite do futebol brasileiro, o Genus entrou em campo preocupado em oferecer o mínimo espaço possível ao adversário e sair em velocidade após a roubada de bola. Já a Ponte Preta-SP cadenciava o jogo e buscava a penetração pela lateral-esquerda nas investidas de Reinaldo.

Aos 25’, a Ponte Preta-SP chegou com perigo. Após bola alçada na área, Elton cabeceou, mas o goleiro Tiago Rocha defendeu. Na sobra, Reinaldo arriscou e viu a bola sair pela linha de fundo. Aos 36’, Reinaldo arriscou da entrada da área e a bola passou rente a trave.

A resposta do Genus veio logo em seguida. Aos 39’, Júlio César cobrou falta na área, o zagueiro Juninho apareceu bem posicionado e acertou a trave.

Já aos 46’ foi a vez do goleiro Tiago Rocha salvar o Genus. Felipe Azevedo recebeu dentro da área e bateu colocado, mas o camisa 1 do Aurigrená colocou para escanteio.

Para a segunda etapa, o Genus tentou imprimir um ritmo forte. Mas a Ponte Preta estava disposta a buscar seu gol fora de casa. Logo aos 4 minutos, Wellington arriscou da entrada da área, mas chutou por cima do travessão. A resposta da Ponte ocorreu seis minutos depois. Ravanelli recebe na entrada da área e bate colocado, a bola desvia no zagueiro Juninho e por pouco não surpreende o goleiro Tiago Rocha.

Aos 14’, Júlio César cobra falta com violência, mas o goleiro João Carlos realiza grande defesa, colocando para escanteio. Dois minutos depois, Felipe Azevedo recebeu dentro da área e finalizou forte, mas o goleiro Tiago Rocha voltou a salvar o Genus.

Aos 30’, a Ponte Preta consegue chegar ao seu gol. Em jogada despretensiosa dentro da área, Wellington Paulista evita a saída pela linha de fundo e bate cruzado, Felipe Azevedo demonstra oportunismo e bate para o fundo das redes.

Aos 43’, o Genus ainda teve sua última chance na partida. Tcharlles ganha na velocidade do zagueiro Douglas Grolli e bate cruzado, mas o goleiro João Carlos defende com tranquilidade.

Foto: Alexandre Almeida


Ficha Técnica
Genus 0 x 1 Ponte Preta-SP
Local:
estádio Aluízio Ferreira (em Porto Velho);
Árbitro: Rodrigo Batista Raposo (DF);
Assistentes: Márcio Cristino Silva (AC) e Leila Naiara Moreira da Cruz (DF); 4º árbitro: Jonathan Antero Silva (RO);
Público pagante: 3650 torcedores; Público não pagante: 420; Renda: R$ 111.000,00;
Gol: Felipe Azevedo aos 30’ do 2º;
Cartões amarelos: Fernandinho e Tiago Rocha (Genus); Fábio Ferreira e Ravanelli (Ponte Preta);
Genus
Tiago Rocha; Guarate, Juninho, Edson Júnior e Júlio César; Vitão, Carlinhos (Rob), Fernandinho e Alex; Tcharlles e Wellington (Jackson). Técnico: Claudemir Pontin.
Ponte Preta-SP
João Carlos; Douglas Grolli, Kadu (Fábio Ferreira) e Reinaldo; Elton, Matheus Jesus e Ravanelli (Cristian); Rhayner (Léo Cereja), Felipe Azevedo e Wellington Paulista. Técnico: Eduardo Baptista.

Fonte: Futebol do Norte
 
© Copyright 2004 - 2018 / Todos os direitos reservados a Futebol do Norte