23/02/2016
A- A+

Empresário Ricardo Guimarães, do BMG, relembra os brasileiros com destaque na Liga dos Campeões da Europa

O pioneiro foi Julinho Botelho, que saiu da Portuguesa para jogar na Fiorentina, da Itália, em 1955.


A Liga dos Campeões da Europa completa 60 edições em 2016. O presidente do banco BMG lembra que na história da competição de clubes mais prestigiada da Europa, vários brasileiros tiveram destaque. Desde 1955, antes mesmo do Brasil conquistar o primeiro título de Copa do Mundo do país, jogadores brasileiros já figuravam nos gramados europeus. O pioneiro foi Julinho Botelho, que saiu da Portuguesa para jogar na Fiorentina, da Itália, em 1955. Na ocasião, o ponta-direita tornou-se o primeiro brasileiro a entrar em campo pela Liga dos Campeões. Ele também foi o primeiro atleta do país a marcar um gol na competição e a disputar a final do torneio, relembra Ricardo Guimarães. Todos os feitos foram alcançados na temporada 1955/1956, em que a Fiorentina perdeu a decisão para o Real Madrid.

O primeiro título de Liga dos Campeões conquistado por uma brasileiro aconteceria quatro anos depois, com Canário, atuando pelo Real Madrid. Ele foi o primeiro a comemorar o título e entrou em campo durante a campanha da equipe. O mesmo Real Madrid ainda tinha no elenco Didi, mas que não chegou a jogar na competição, reporta Ricardo Guimarães, do BMG. Quem também entende de títulos é Daniel Alves. Atuando pelo Barcelona, o lateral-direito chegou ao terceiro título da Liga dos Campeões em 2015. Ele é, ao lado de Sávio e Roberto Carlos, o brasileiro com mais troféus na competição: três.

Roberto Carlos, além de tricampeão do torneio, também é o jogador do Brasil que mais entrou em campo pela Liga dos Campeões, nota Ricardo Guimarães. O lateral-esquerdo atuou em 128 jogos entre 1996 e 2009, período em que vestiu as camisas do espanhol Real Madrid e do turco Fenerbahçe. O empresário do Banco BMG noticia também que o maior artilheiro brasileiro na Liga dos Campeões é Rivaldo, com 31 gols anotados nas passagens pelo Barcelona, Milan, Olympiacos e AEK. Mas quando se fala em maior artilheiro de apenas uma edição, o feito é atribuído a José Altafini, o Mazzola, que fez 14 gols na temporada 1962/1963, quando defendia a equipe do Milan. Naquele ano, o atacante ainda balançou as redes duas vezes na vitória por 2 a 1 contra o Benfica, na final. Durante a carreira, Mazzola fez 24 gols nos 28 jogos que disputou na competição, o que significa a maior média de gols entre os jogadores brasileiros no torneio.

Entre outros feitos de destaque de jogadores nascidos no Brasil, o atacante Romário obteve a artilharia de duas edições da Liga dos Campeões, algo inédito para os brasileiros. Já Carlos Alberto, em 2004, tornou-se o jogador mais jovem do país a ser campeão da competição. Na edição 2015/16 da Liga dos Campeões são, no total, 73 jogadores brasileiros. Só o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, possui dez no elenco. O Barcelona, atual campeão, tem Adriano, Daniel Alves, Douglas, Neymar e Rafinha como jogadores nascidos no Brasil. Ricardo Guimarães do BMG ainda cita o Real Madrid, PSG, Chelsea e Benfica como clubes com cinco ou mais brasileiros no elenco, de acordo com levantamento feito pelo site GloboEsporte.
Website: http://ricardoguimaraesbmg.com/


Visite website
Leia a notícia completa

© Copyright 2004 - 2017 / Todos os direitos reservados a Futebol do Norte